Supermercados estão cultivando alimentos ‘indoor’

Mais que uma tendência, as pessoas estão começando a prestar muito mais atenção na alimentação, priorizando os alimentos orgânicos e de procedência conhecida. Além do mais, também estamos desmistificando a falácia de que alimentos saudáveis são necessariamente mais caros. De olho nesta direção, supermercados de uma rede norte americana estão cultivando ‘indoor’ seus próprios alimentos, através de hortas modulares.

Desta maneira, o consumidor pode acompanhar de perto o crescimento das verduras e legumes que compra. Uma iniciativa que vem conectando moradores de áreas urbanas à origem do produto desde sua plantação, já que eles são plantados no próprio mercado. A ideia está sendo colocada em prática na rede QFC, na cidade de Seattle – Washington.

Leia também: Transgênicos Parte 1 – o que são e suas aplicações

Leia também: Agrotóxicos e o impacto na nossa alimentação

Esta solução, além de oferecer alimentos de qualidade diretamente ao consumidor, resolve a questão da falta de espaço, afinal, não são todas as cidades que podem acomodar hortas e fazendas urbanas. Ao mesmo tempo, a tendência é que as cidades acomodem cada vez mais gente. A solução é investir em hortas modulares, como esta, que são compactas e podem ser empilhadas em qualquer espaço. E o melhor de tudo: elas podem ser controladas remotamente, tendo as condições perfeitas de luz, ar e nutrientes.

Criação da startup alemã Infarm, a empresa afirma que o “plantio tech” é controlado por meio de uma plataforma agrícola baseada em nuvem, que “aprende, se ajusta e se aprimora continuamente, para que cada planta cresça melhor do que a anterior”. Cada unidade de dois metros quadrados pode cultivar 8.000 plantas por ano, através do sistema hidropônico.

A questão ambiental

Do ponto de vista do consumidor, esta horta oferece alimentos de qualidade e livre de pesticidas. Mas, e a questão ambiental, como fica? A tecnologia usa 95% menos água do que a agricultura convencional e ainda reduz as emissões de poluentes, uma vez que é cultivado localmente. O sistema pode ser implantado em supermercados, restaurantes, hotéis, centros de distribuição ou qualquer comércio que queira oferecer produtos ultrafrescos.

A Infarm planeja lançar suas hortas verticais em mais 13 lojas QFC em 2020.

Fonte: Hypeness