Suco de babosa é saudável, quais seus benefícios?

Nos últimos anos, popularizou-se o suco de Aloe vera, conhecida popularmente como babosa, assim como o chá, com o intuito de obter benefícios à saúde. O consumo de bebidas a base da planta, no entanto, é controverso. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização de produtos alimentícios contendo Aloe em 2011. Mas afinal: o suco de babosa é saudável, quais seus benefícios?

Ela é uma planta da família Aloe utilizada há milhares de anos devido a suas propriedades medicinais, e usada em muitos produtos de consumo, incluindo loções para a pele, xampús, condicionadores, cosméticos diversos ou pomadas e gel para uso tópico, porém nesse artigo vamos explorar as propriedades medicinais e nutricionais da planta na alimentação humana.

O uso desta planta é de longa tradição em várias partes do mundo, dado os seus muitos benefícios observados ao longo dos anos, inicialmente confirmados apenas pela experiência do uso popular. Portanto, mesmo com todas as vantagens que a Aloe Vera oferece, é sempre importante consultar um profissional de saúde de sua confiança para avaliar se é necessário o consumo da planta e qual seria a melhor forma de ingestão para aproveitar seus benefícios.

Leia também: PANCs – plantas alimentícias não convencionais

Leia também: O que é Fitoterapia?

A planta é rica em nutrientes, como: fibras alimentares, enzimas, hormônios, antioxidantes, vitaminas A, B12 (cobalamina), C, E, sais minerais (cálcio, magnésio, sódio, potássio e zinco). Somando todos, são 75 componentes ativos.

O suco de babosa

O suco de babosa prepara-se a partir das folhas da planta Aloe vera, sendo uma excelente fonte de nutrientes que proporcionam diversos benefícios para a saúde, devido as suas propriedades calmantes, cicatrizantes e anti-inflamatórias.

Contudo, o consumo deste suco deve fazer-se com precaução, porque a babosa possui antraquinonas, que são compostos tóxicos com efeito laxante e que podem causar irritação no intestino. Esta substância encontra-se nas folhas e na camada amarela logo abaixo das folhas, que devem ser retiradas antes de preparar o suco.

Como preparar o suco de babosa

Para preparar o suco de babosa em casa, deve-se retirar as folhas da planta, lavar e cortar os espinhos. Em seguida, deve-se retirar a parte amarela que está presente na folha, pois contém substâncias tóxicas. É recomendado utilizar apenas a parte branca gelatinosa encontrada na parte interna da folha. Para extrai-la faça um corte longitudinal na folha e, com uma colher, raspe a parte interna.

Coloque o gel no liquidificador, em uma proporção de 100 gramas de gel para um litro de água. Caso queira melhorar o sabor da bebida, pode ser também adicionado uma colher de mel de abelha e uma fruta cítrica como o limão ou laranja.

Bata por alguns segundos e beba em seguida.

Benefícios do suco de babosa

– Combate a constipação: O suco de babosa é excelente para quem sofre com a prisão de ventre, pois a bebida é altamente hidratante. Sendo assim, aumenta a quantidade de líquido no intestino e facilita o trânsito intestinal. Dessa forma, previne a sensação de inchaço e pode auxiliar na perda de peso.

– Melhora a aparência da pele e dos cabelos: A babosa é conhecido por seu uso cosmético para a pele e cabelo. Não diferente, seu suco também beneficia ambos. Além de hidratante, conta com uma enorme quantidade de antioxidantes e vitaminas que beneficiam tanto a saúde dos fios como da derme. Ainda, pode ser consumido para prevenir acne e para o tratamento de manchas.

– Fortalece a imunidade: Devido à sua ação anti-inflamatória, que se deve especialmente à abundância de antioxidantes, como a vitamina C, o suco de babosa proporciona o fortalecimento do sistema imune.

– Ação antibacteriana e antiviral: O suco de babosa também pode auxiliar no tratamento de muitos problemas devido à sua ação anti-bacteriana. Basicamente, graças à eficácia no combate da ação de bactérias e vírus maléficos para o corpo, a babosa pode ser auxiliar no tratamento para herpes simples, herpes zoster e até para a candidíase.

Auxilia na cicatrização de feridas: Este efeito se dá devido as suas propriedade cicatrizantes e anti-inflamatórias, principalmente indicada em casos de queimaduras causadas pela exposição solar.

– Auxilia na perda de peso e regulação do nível de açúcar no sangue: além de conter fibras alimentares,  que agem aumentando o volume fecal e estimulando a motilidade intestinal pela distensão do cólon, e também contribuem à captação de água, melhorando o trânsito intestinal e a frequência de evacuações. Além disso, também contém enzimas que ajudam a decompor os açúcares e as gorduras.

Riscos de consumo e efeitos colaterais

A ingestão do suco de babosa é contraindicada para crianças, mulheres grávidas e durante a amamentação, idosos, pessoas que tenham inflamação no útero e no ovário, hemorroidas, fissuras anais, varizes, pedra na bexiga, cistite, desinterias, nefrite, apendicite e prostatite. Pessoas que utilizam medicamentos para controlar a pressão arterial e para tratar problemas de coração não devem consumir o alimento.

Alguns estudos indicam que não é seguro ingerir o suco de babosa preparado em casa sem o devido cuidado de retirar a casca e a parte amarela que contém antraquinonas, porque esta substância está relacionada com o surgimento de adenomas e câncer de cólon. Porém, estes estudos não são conclusivos, sendo necessários mais estudos que comprovem estes dados.

A bebida, inclusive, pode ser comprada em lojas de produtos naturais ou supermercados, que é uma melhor opção ao suco preparado em casa. Isso porque as folhas passam por um processo de descoloração e purificação, que eliminam as substâncias tóxicas, sendo assim mais seguro para consumo.

O consumo do suco de babosa em excesso pode causar distúrbios gastrointestinais, como dor abdominal, náuseas, vômitos e diarreia. O seu uso prolongado poderá causar prisão de ventre porque o intestino pode ficar dependente da ação laxante deste suco. Além disso, pode causar irritação renal.

Se começar a sentir estes sintomas, interrompa o uso da planta imediatamente