Pistache um aliado da boa forma

O pistache, que é originário do sudoeste asiático, tem sido apontado como um excelente aliado não só por ajudar na manutenção da boa forma, como também pela sua contribuição para o funcionamento e comportamento do organismo. Enquanto em outros países é mais comum degustar as sementes ‘in natura’, no Brasil a oleaginosa é mais consumida processada, em sorvetes, doces e até pesto de pistache.

Possui um perfil de ácidos graxos, proteínas, fibras alimentares e minerais como potássio, magnésio, cobre, cálcio e fósforo. Ainda possui em sua composição vitamina K, E (y-tocoferol), vitaminas do complexo B, fitosteróis e carotenóides. A sua coloração verde e roxa é resultado da presença de luteína, que é um carotenoide, e antocianina um flavonóides responsável por uma grande variedade de cores de frutas, flores e folhas que vão do vermelho-alaranjado, ao vermelho vivo, roxo e azul.

Apesar dos vários benefícios proporcionados pelo pistache, o seu consumo deve ser feito com moderação. Este alimento possui muita gordura (45 gramas a cada 100 gramas) e é rico em calorias (557Kcal a cada 100 gramas de pistache), o que pode contribuir com o aumento de peso.

Leia também: Flavonoides e seus muitos benefícios para saúde

Leia também: Você sabe o que são alimentos funcionais?

Importante dizer que, quando comprar o pistache, prefira os pistaches com casca, sem sinais de mofo, umidade ou com danos causados por insetos. Assim, o risco de adquirir um pistache contaminado por aflatoxinas é menor. As aflatoxinas são substâncias produzidas por fungos, que contaminam os alimentos, sem modificar o sabor, e se consumidas constantemente em longo prazo podem aumentar o risco de câncer hepático.

Benefícios do pistache

– Protege a saúde do coração: O Pistache contém gorduras boas, o que significa que pode ajudar na redução dos níveis de colesterol ruim (LDL) e aumentar os níveis do bom (HDL). Possui também a importante propriedade de ajudar na circulação sanguínea, dilatando as artérias e prevenindo coágulos sanguíneos. Estudos já comprovaram a eficiência do pistache no combate ao colesterol.

– Melhora a digestão: A alta quantidade de fibras alimentares que o fruto contém auxilia no bom funcionamento intestinal, eliminando, de modo mais eficiente, as toxinas do organismo e promovendo sensação de saciedade.

Protege os olhos: O pistache contém carotenoides, como a luteína e a zeaxantina. Eles ajudam a proteger a visão, impedindo a ação dos raios ultravioletas, fortalecendo a saúde ocular e prevenindo doenças, como a degeneração macular.

– Previne o câncer: Por conter um bom número de antioxidantes, o pistache colabora também na prevenção dos radicais livres, que degeneram as células, com o passar do tempo, o que facilita o aparecimento de doenças, como o câncer. Contém ainda substâncias que inibem a entrada de radiações nocivas ao organismo.

– Melhora o aspecto da pele: O pistache é rico em vitamina E, um ótimo antioxidante, que atua protegendo também a pele, deixando inclusive o aspecto dela mais brilhante, evitando o ressecamento e envelhecimento precoce.

Ajuda no combate à diabetes: Consumir pistaches, após uma alimentação, pode ajudar na absorção correta da glicose pelo organismo. O fruto é um importante preventivo da diabetes, justamente por reduzir o nível glicêmico no sangue.

Protege o cérebro: O pistache é uma excelente fonte de vitamina B6, reconhecidamente protetiva da saúde do sistema nervoso. Essa substância ajuda no correto funcionamento dos neurotransmissores cerebrais.

Ajuda na manutenção do peso: Apesar das quantidades elevadas de calorias e gorduras, o pistache é rico em gorduras boas e favorece a sensação de saciedade, além de regular o sistema digestivo. Tais propriedades são interessantes para o controle ou perda de peso, desde que o pistache seja consumido com moderação.

Possui ação anti-inflamatória: Os minerais e antioxidantes presentes no pistache auxiliam também a defender o organismo de vírus e bactérias.

– Combate a anemia: Por conter boa quantidade de ferro, o fruto atua também no fortalecimento dos glóbulos vermelhos do sangue, prevenindo doenças, como a anemia.

Melhora o sistema imunológico: Além do poder anti-inflamatório, já comentado acima, os minerais e antioxidantes também ajudam a fortalecer o sistema imunológico.

Promove a saúde dos cabelos: Os nutrientes existentes no pistache atuam também na fibra capilar, deixando o cabelo mais saudável e estimulando o crescimento dos fios. A biotina presente no fruto atua também na prevenção da queda capilar.

– Aumenta a libido: Por estimular a circulação sanguínea e o sistema nervoso, o pistache pode favorecer também uma melhor energia sexual.

Fornece energia: Como mencionado anteriormente, o pistache contém uma grande quantidade de calorias, 100 gramas do fruto contém mais de 500 calorias. Sua alta absorção pelo organismo, que estimula a sensação de saciedade, aliada às proteínas presentes no fruto, ajudam o pistache a ser uma boa fonte energética.