Palmito uma estratégia para se manter na dieta

O uso do palmito, que é considerado um alimento funcional, pode ser uma excelente estratégia para inovar o cardápio e se manter firme na dieta. Não somente pela sua versatilidade, mas pelo seu delicioso sabor e textura, bem como sua composição nutricional. Podendo ser consumido ‘in natura’ (que é a forma mais conhecida, para incrementar a salada), assado, cozido e grelhado.

O palmito é um vegetal com pouquíssima quantidade de calorias, apenas 28Kcal para cada 100 gramas (o que não gera prejuízos à uma dieta para perda de peso), sendo ideal para compor um plano alimentar saudável e trazer substâncias benéficas para o nosso organismo. Rico em fibras, vitaminas C, E e vitaminas do complexo B, minerais como sódio, cálcio, ferro, magnésio, manganês, fósforo, potássio e zinco, além de folato.

Leia também: Como reduzir em 80% as doenças cardíacas

Leia também: Conheça melhor este mineral: o potássio

Benefícios do palmito

– Fortalece o sistema imunológico: Fonte de vitamina C, o palmito se torna um alimento responsável por fortalecer o nosso sistema imune e deixá-lo livre de enfermidades, gripes e resfriados. Por ser um agente antioxidante, a substância também ajuda a combater o envelhecimento precoce das células.

– Contribui com o emagrecimento: O palmito é rico em fibras alimentares, responsáveis por proporcionarem saciedade e diminuir a fome excessiva. Além disso, como dito anteriormente, possui pouquíssimas calorias, logo, não prejudica o plano alimentar. O palmito também é rico em vitamina B6, que possui função importante para a produção de hemoglobina, favorecendo a composição do sangue, induzindo à melhor metabolização de gorduras, proteínas e carboidratos, benefício visado por aqueles que seguem dieta e buscam controle de peso.

– Beneficia os músculos: O zinco, mineral importante para a saúde dos músculos, também está presente na composição do palmito. Seus benefícios incluem a melhora na síntese de proteínas no organismo, ideal para nutrir os músculos do corpo e torná-los saudáveis.

– Acelera a cicatrização de feridas: Outro benefício do zinco é que o mineral têm propriedades curativas, pode ser muito útil para auxiliar no tempo de recuperação desde feridas simples até feridas mais profundas.

– Auxilia a saúde do coração: Com o potássio em sua composição, o palmito se torna um aliado perfeito da nossa saúde cardiovascular. O consumo regular do vegetal pode atuar no controle da pressão arterial e dos batimentos cardíacos, além de promover a saúde do músculo, reduzindo o risco de infarto, derrames e outras complicações.

– Melhora a qualidade do sono: A vitamina B6 encontrada no vegetal, ajuda a diminuir a oscilação de humor e o desequilíbrio hormonal, garantindo um descanso maior junto a sensação de bem-estar. É importante destacar que os benefícios do palmito também se estendem às mulheres de idade mais avançada, que sofrem com as consequências resultantes do excesso de estrogênio.

– Auxilia o trato intestinal: As fibras alimentares contidas no alimento ajudam a fazer com que o intestino funcione da maneira correta, diminuindo os riscos da prisão de ventre e constipação que causam diversos desconfortos. As fibras dietéticas ainda ajudam a diminuir a sensação de desconforto causadas pelo inchaço e contribuem com a redução da retenção de líquido.

– Ajuda na prevenção e tratamento da diabetes: Como é recomendado para diabéticos evitar alimentos muito calóricos e que elevam o índice glicêmico, não sendo pertencente a essas categorias, o palmito pode ser uma opção para inovar no cardápio destes que convivem com limitação na hora de se alimentar.

Riscos de consumo e efeitos colaterais

O palmito contém porção significativa de sódio (426 mg para cada 100 gramas do alimento), o que pode contribuir com a retenção de líquido, por isso, se o seu organismo tende a essa retenção, evite-o ou combine-o com outros alimentos que induzam ao equilíbrio, dessa forma evitando alguns prejuízos ao seu metabolismo.

Assim como diversos alimentos que são comercializados em conserva, os benefícios o palmito podem ser reduzidos, pois são utilizados conservantes e sustâncias que podem anular as suas contribuições para a saúde, agindo negativamente sobre o corpo. Entre os efeitos negativos, já foram apontados casos de consequências ao sistema neurológico e até circulatório, o que desperta a atenção para os comunicados sobre evitar os exageros. Mesmo sendo um alimento saudável, o palmito já foi apontado como causador de Botulismo, e gerando também efeitos secundários sobre o sistema cardiovascular.