Mangostão o ‘Alimento dos Deuses’

O mangostão (Garcinia mangostana), também chamada de mangosta, mangostim, mangusta ou garnícia, é uma fruta tropical exótica originária do sudeste asiático, de casca grossa e cor arroxeada com seu interior esbranquiçado e suculento, possui um sabor doce e levemente ácido. É considerada o ‘Alimento dos Deuses’ ou a ‘Rainha das Frutas’ em diversas culturas, graças aos inúmeros benefícios que proporciona a saúde e por ser uma excelente fonte de nutrientes, fibras alimentares e antioxidantes exclusivos.

A polpa branca que envolve a semente pode ser consumida ‘in natura’, no preparo de sucos, vitaminas e diferentes doces, suas sementes são amargas e não devem ser ingeridas. Encontrada em vários países, ela também é cultivada em território nacional, especialmente na Bahia (safra de março a abril) e no Pará (safra de janeiro a abril).

Leia também: Jambolão uma fruta exótica originária da Índia

Leia também: Physalis sabor sofisticado e benefícios para emagrecer

Com apenas 73 Kcal a cada 100 gramas de sua polpa, um dos motivos, juntamente com sua rica composição nutricional, que a fruta é muito usada para complementar dietas de emagrecimento. Sua composição nutricional possui vitaminas A, C, vitaminas do complexo B e minerais como cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio, sódio e zinco, além de boa quantidade de fibras alimentares (1,8 gramas a cada 100 gramas da fruta).

O mangostão e riquíssimo em antioxidantes e polifenóis, que em geral são derivados da presença de xantonas.

Benefícios do mangostão

– Forte ação antioxidante: O mangostão é uma fonte rica de antioxidantes e vitaminas. O antioxidante especial encontrado em abundância, que dá à fruta uma vantagem superior, é uma classe de compostos polifenóis naturais conhecidos como xantonas. O mangostão possui duas classes de xantonas: alfa mangostão e gama mangostão.

Acredita-se que o fruto do mangostão contenha pelo menos vinte xantonas conhecidas, a maioria das quais são encontradas na parede ou pericarpo do fruto. As xantonas trabalham para reduzir o estresse oxidativo causado por radicais livres. Ao danificar os radicais livres, esses antioxidantes protegem o corpo de várias doenças, que vão desde gripe e resfriados comuns até cânceres e doenças do coração.

– Auxilia na perda de peso: Além de ser uma fruta energizante, ou seja, combate a fadiga e pode proporcionar uma melhor performance para praticantes de esportes e atividades físicas, o mangostão, como visto, é pouco calórico e com uma excelente composição nutricional, o que promove uma prolongada sensação de saciedade, ajudando no emagrecimento.

– Combate a retenção de líquidos e a constipação: Por conter grande quantidade de água, ajuda a evitar e combater a retenção de líquido, que nada mais é do que o acúmulo de água em algumas partes do corpo, inclusive essa retenção pode ser confundida como ganho de peso, pois causa inchaço. Entretanto, é facilmente resolvida com a ingestão adequada de água e adição de frutas e vegetais na dieta. O mangostão ainda contém uma quantidade considerável de fibras alimentares em sua composição. Assim, promove o melhor funcionamento intestinal e combate a constipação.

– Contribui para o controle do colesterol e índice glicêmico: Além de auxiliarem no processo de digestão, as fibras presentes no mangostão contribuem para o controle do colesterol (ajudam a manter a saúde do sistema cardiovascular) e dos níveis de glicose no sangue, por isso, inclusive, essa fruta é muito indicada para quem tem diabetes.

– Contribui com a saúde cerebral: O mangostão também pode contribuir para a saúde do sistema nervoso, isso porque ele tem uma grande concentração de vitaminas do complexo B (como tiamina, niacina e ácido fólico), que são fundamentais para o bom funcionamento do cérebro, o que interfere na capacidade de memorização e aprendizado, por exemplo.

– Possui propriedades anti-inflamatórias, cicatrizantes e antibacterianas: Outro ponto positivo do mangostin é que ele dispõe de propriedades terapêuticas que podem ser muito benéficas ao organismo, as xantonas, substâncias que tem ação antioxidante, anti-inflamatória, antibacteriana e até cicatrizante.

– Aumenta a imunidade: As xantonas, em conjunto com a vitamina C, também encontrada em abundância no mangostão, fazem maravilhas para um sistema imunológico forte e aprimorado. Enquanto as xantonas ajudam a combater os radicais livres, a vitamina C promove a produção e a função dos leucócitos, ou células brancas do sangue, que são os principais responsáveis pela boa imunidade.