Manganês um mineral essencial para o corpo

O manganês é um mineral absorvido no intestino delgado, é pouco mencionado porque deve ser consumido em pequenas quantidades, caso contrário ele é considerado tóxico para o organismo, e pode até ser fatal. Ao mesmo tempo, é essencial para o nosso corpo, e o seu déficit é muito prejudicial para a saúde. O corpo pode conter, no máximo, 20mg de manganês, que fica concentrado nos rins, pâncreas, fígado e ossos.

O equilíbrio corporal de manganês é muito complexo e é afetado por fatores como o consumo de cálcio, ferro, fósforo ou fitatos. O índice de absorção e excreção do manganês se regula pelo seu consumo, aumentando a sua absorção quando há carências como medida de adaptação, e aumentando a sua excreção quando o consumo é muito elevado.

O manganês é um componente que está envolvido no metabolismo dos aminoácidos, lípidos e carboidratos, portanto também na produção de energia. Do mesmo modo, também intervém na formação do tecido conjuntivo, ossos e função nervosa.

Outra características importante do manganês é que é necessário para a produção da enzima superóxido dismutase. Esta enzima tem um papel muito importante na neutralização dos radicais livres e na proteção contra o dano oxidativo. Esta enzima também protege as células contra a inflamação.

Leia também: Conheça melhor este mineral: o potássio

Leia também: Cálcio essencial para ossos e dentes

Benefícios do manganês

– Saúde óssea: Ele é essencial para o crescimento saudável e normal da estrutura óssea. É um mineral muito efetivo no que se refere ao aumento da densidade óssea. Isso se faz muito útil durante a menopausa em mulheres, já que muitas sofrem de deficiência de manganês durante este período. Dessa forma, aumentar a quantidade desse mineral na dieta das mulheres é um importante fator na prevenção de fraturas.

– Efeito detox: Devido à suas propriedades antioxidantes, seus benefícios incluem a função especial de monitorar a atividade dos radicais livres no corpo humano. Esses radicais são capazes de causar grandes danos às células e até mesmo cânceres e outras doenças perigosas. Portanto, adicionar suplementos de manganês ou manter uma dieta rica do mineral é uma ótima escolha, particularmente se você possui fatores de risco para outras doenças.

– Ajuda no controle dos níveis de açúcar: O manganês também exibe grande eficiência no controle de açúcar no sangue. Isso pode prevenir a ocorrência de doenças como a diabete. Para controlar o nível de açúcar no sangue, o manganês normaliza a síntese de insulina e sua secreção, para que os picos de glicose sejam melhor regulados, promovendo uma vida melhor e mais funcional para pacientes diabéticos.

– Epilepsia: Baixos níveis desse mineral podem agir como um gatilho para convulsões epiléticas. O mecanismo exato para isso não é totalmente compreendido, mas foi mostrado que o manganês age como um vasodilatador, sendo que alguns pesquisadores creem que isso é a chave para desvendar sua propriedade antiepilética.

– Regula o metabolismo: Esta é uma das funções vitais do manganês. As enzimas ativadas por esse mineral ajudam no metabolismo de colesterol, aminoácidos e carboidratos. Ele é também importante para o metabolismo de vitaminas como a E e a B1. Além disso, ajuda o fígado a funcionar de forma adequada e fluida, sendo parte essencial no metabolismo de glutamina, sendo o aminoácido mais abundante no corpo e uma parte chave do DNA polimerase.

– Inflamações e distensões: Ele é um remédio muito conhecido para distensões, assim como para inflamações, já que ajuda a aumentar os níveis de superóxido dismutase. Esse nível aumentado se deve às propriedades antioxidantes do mineral. O superóxido dismutase é normalmente achado em baixos níveis em pacientes com artrite.

Ele possui qualidades anti-inflamatórias que pessoas com artrite precisam desesperadamente, dessa forma, adicionar o manganês de volta ao corpo para aumentar a síntese e função do superóxido pode ser conectado à diminuição de sintomas dessa condição.

– Alivia a TPM: Esse mineral ajuda a aliviar mudanças de humor, dores de cabeça, depressão e a irritabilidade a um nível considerável. Estudos demonstraram uma conexão entre baixos níveis de vários minerais (incluindo o manganês) em mulheres que sofriam sintomas de TPM particularmente severos.

– Auxilia a saúde da tireoide: O manganês é um importante co-fator para muitas enzimas diferentes, e é um componente essencial da tiroxina. O funcionamento adequado da glândula tireoide e sua síntese hormonal beneficia uma grande variedade de mecanismos no corpo, incluindo a perda de peso, apetite, metabolismo e eficiência dos sistemas orgânicos.

– Auxilia na absorção de vitaminas: O manganês ajuda na absorção de vitaminas vitais como a Vitamina B e E e minerais como o magnésio. Isso se deve ao seu papel nas reações enzimáticas que são requeridas para absorver e utilizar vitaminas provindas dos alimentos.

O manganês é um dos mais versáteis co-fatores para reações enzimáticas, e se existe risco de possuir deficiência de alguma vitamina certifique-se de aumentar os níveis de manganês da sua dieta, tomando sempre cuidado para que eles sejam seguros e não tóxicos.

– Cérebro e sistema nervoso: O manganês é essencial para o funcionamento saudável do cérebro e é também usado para tratar desordens nervosas específicas. Isso se deve ao superóxido dismutase, que rastreia os radicais livres por todo o corpo, incluindo lugares neutros. A oxidação promovida por radicais livres se dão por todo o corpo, sendo que o cérebro pode ser negativamente afetado tão facilmente quanto qualquer outra parte do organismo.

Ele também pode se ligar com neurotransmissores e estimular transmissões mais rápidas e eficientes de impulsos elétricos pelo corpo, intensificando a função cognitiva.

Fontes de manganês

As fontes mais importantes de manganês são as framboesas, abacaxis, alho, uvas, beterraba, vagens, arroz, hortelã, aveia, nozes, agrião, grãos de mostarda, morangos, amoras, alface, espinafre, melaços, cravos, cúrcuma, alho-poró, tofu, trigo integral, bananas, pepino, kiwis, figos e cenouras.

As melhores fontes de manganês são vegetais verdes, arroz marrom, coco, amêndoas e nozes, já que eles maximizam a absorção desse importante mineral.

Suplementação de manganês

A carência de magnésio não é muito comum, mas a mesma está associada a problemas de atraso do crescimento, alterações da fertilidade, alterações metabólicas ou da pele. As pessoas epilépticas, diabéticas e com osteoporose são mais suscetíveis a apresentar carências de manganês. Em vários estudos de investigação foi constatado que as pessoas com doenças inflamatórias crónicas, como a artrite reumatóide, apresentam níveis reduzidos de manganês e os sintomas podem ser reduzidos com a suplementação do mineral.

Suplementos de manganês foram conectados ao alívio de osteoporose e osteoartrite porque é um mineral essencial comprovado no que se refere à adição de densidade óssea.

O impacto do mineral na função hormonal do corpo pode ser notável, portanto, fale com um médico antes de usar a suplementação de manganês, já que ele é profundamente conectado aos hormônios.

O manganês pode ser adicionado aos alimentos e outros complementos alimentares, está disponível em forma de sais como o carbonato de manganês, sulfato de manganês e cloreto de magnésio.