Leite de cabras consumido a milhares de anos

Embora o leite de vaca integral seja o mais conhecido e consumido no Brasil, existem diversos tipos e composições da bebida provenientes de outros animais e também de origem vegetal, que nos abrem um importante leque de opções para seguir os mandamentos de uma alimentação saudável. O leite de cabras é um deles, consumido a milhares de anos, é um alimento completo, rico em vitaminas, proteínas e sais minerais, que possui entre suas propriedades a facilidade de digestão.

Uma de suas grandes vantagens, e um dos principais motivos pelo qual o seu consumo cresce dia a dia, é o fato do leite caprino ter se revelado como uma opção ao leite de origem bovina por razões de alergenicidade, especialmente em crianças.

Os produtos lácteos caprinos são considerados muito saudáveis e com características bioquímicas e sensoriais desejáveis, permitindo a produção de uma grande variedade de derivados, principalmente vários tipos de queijo com alto valor de mercado. Uma recente pesquisa avaliou as atividades redutora de colesterol e antioxidante em leites caprino e bovino fermentados com probióticos, e estas se apresentaram em maiores níveis nas bebidas de origem caprina.

Leia também: Intolerância à lactose a incapacidade de digerir o açúcar do leite

Leia também: Leite de alpiste um sub produto com alto valor nutritivo

O leite caprino ainda tem uma composição nutricional superior, se comparado ao leite bovino, a sua composição média é de 87% de água, 4% de lipídeos, 4% de lactose, 3,5% de proteínas e 1% de cinzas, com pH em torno de 6,5. Tem níveis satisfatórios de minerais como cálcio, ferro, cobre, manganês, zinco e selênio, e de vitaminas como vitamina A, niacina e riboflavina.

Com relação ao conteúdo lipídico, o leite de cabra tem majoritariamente triacilgliceróis em sua composição (98%), com traços de fosfolipídeos, colesterol e ácidos graxos livres. Ainda, o leite caprino apresenta glóbulos de gordura menores e maior presença de ácidos graxos de cadeia média e curta, causando um impacto positivo no processo digestivo, que também é justificado pela composição dos ácidos graxos. Os ácidos cáprico, caprílico e capróico,representam em torno de 15% dos ácidos graxos no leite de cabra, enquanto no leite bovino representam 7%, fato este também associado ao odor característico do leite caprino.

Benefícios do leite de cabras

– Possui grande tolerabilidade: Uma das mais importantes características do leite de cabra está ligada à sua melhor tolerabilidade, em comparação ao leite de vaca, sendo amplamente indicado no tratamento das alergias da infância. Devido a estas características, é cada vez mais prescrito por nutricionistas e médicos, principalmente pediatras.

A proteína caseína alfa-S1, associada a processos alérgicos, é presente no leite bovino em cerca de 12 a 15 gramas por litro, enquanto no leite caprino, este valor chega a, no máximo, 7 gramas por litro. A alergia ao leite de vaca atinge cerca de 6% de crianças brasileiras, e a substituição por leite caprino demonstra resultados satisfatórios em até 40% dos casos.

– Digestão mais rápida: O tamanho das partículas de gordura no leite caprino é menor, facilitando o processo de digestão. O leite caprino não possui aglutinina, substância presente no leite de vaca que une as partículas gordurosas, formando um coalho mais difícil de digerir. A digestão e a absorção do leite de cabras é duas vezes mais rápida em comparação ao leite de vaca, por isso, também é indicado para crianças e idosos desnutridos.

Outras vantagens, em relação ao sistema digestivo, são a menor fermentação, a menor propensão para a formação de gases e a diminuição de problemas digestivos, de úlcera e de gastrite.

– Ajuda na formação dos ossos: O leite de cabra é rico em cálcio (20% mais que o leite de vaca) e em proteínas de alto valor biológico. E o cálcio é fundamental para uma perfeita nutrição, sobretudo na infância e adolescência. Fortalece a estrutura óssea, evitando, no futuro, doenças como a osteoporose. 

– Ajuda evitar câncer: Devido ao ser valor nutricional, o leite de cabra também se mostra como um importante aliado na prevenção a alguns tipos câncer, como o de mama, por exemplo. Isso ocorre porque o leite de cabras é rico em ácido linoléico conjugado, uma gordura muito importante na prevenção de tumores. 

– Evita a anemia: Esse tipo de leite mantém a quantidade de ferro necessária às atividades do organismo, sendo muito importante no combate à anemia ferropriva.

– Combate a asma: O eczema infantil, uma espécie de asma, que geralmente pode evoluir para a asma clássica, também pode ser curada naturalmente com o leite de cabra. Crianças tratadas com leite de cabra dificilmente sofrerão de asma, garantem os pediatras do mundo todo.