Ingá um fruto não muito comum

O ingá é um fruto não muito comum nos supermercados, mas pode tranquilamente entrar na sua alimentação. As ingazeiras, que pode chegar a medir até 15 metros de altura, geralmente são encontradas nas margens de rios e lagos, especialmente na Floresta Amazônica (mas também em outros países da América Latina, como México, Colômbia, Equador, Venezuela e Peru), onde há uma grande diversidade de espécies (cerca de 300 espécies). Ainda assim, apenas quatro ou cinco espécies de ingá apresentam frutos comestíveis.

No vocabulário indígena, a palavra ingá significa embebido ou ensopado, em referência à polpa, meio aquosa. Seus frutos apresentam grandes vagens verdes que possuem sementes cinza, ovaladas e adocicadas, revestidas pela polpa branca, que é a parte comestível do fruto. É consumido quase que unicamente ‘in natura’, pois pouco se adequa a receitas culinárias, ainda assim, algumas pessoas a utilizam no preparo de picolés, sucos e sorvetes.

Leia também: Benefícios do jenipapo pouco conhecidos pela maioria das pessoas

Leia também: Cupuaçu e suas propriedades curativas

Com apenas 60Kcal e 1 grama de proteína a cada 100 gramas da fruta, o ingá possui quantidades insignificantes de gordura. Em termos nutricionais o ingá possui vitamina A, C e vitaminas do complexo B (tiamina, riboflavina e niacina), além de minerais como cálcio, fósforo e ferro.

Benefícios do ingá

– Promove a saúde ocular: Um dos principais benefícios do consumo de ingá é o fato de ele fazer bem para os olhos, evitando problemas sérios que podem surgir na região, como glaucoma e catarata, por exemplo. Isso acontece por conta da grande concentração de vitamina A em sua composição, nutriente responsável pela proteção da córnea.

– Fortalece os ossos: Para evitar problemas ligados ao sistema ósseo, como artrite, artrose e osteoporose, também podemos contar com o ingá, pois, dentre as principais substâncias da fruta, temos o cálcio, nutriente indispensável para o fortalecimento dos ossos e dentes. Ele também ajuda a impedir inflamações nas articulações, e, ainda, a evita crises de quem já sofre com o problema, por contar com propriedades antiartríticas e anti-inflamatórias.

– Previne o câncer: Além dos nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo, o fruto também é rico em antioxidantes. Sendo assim, ele também aparece como uma verdadeiro aliado contra o câncer por combater a ação dos radicais livres (moléculas instáveis e que apresentam um elétron que tende a se associar de maneira rápida a outras moléculas de carga positiva danificando células sadias do nosso corpo).

– Aumenta a imunidade: Além de combaterem o câncer, os antioxidantes que estão presentes no ingá também contribuem para o aumento da imunidade. Por isso, a fruta faz parte da lista de alimentos indicados para a dieta de quem precisa tratar qualquer doença relacionada à essa sensibilidade do sistema imunológico, como é o caso da anemia, por exemplo.

– Alivia dores de cabeça e enxaquecas: O ingá pode funcionar como um remédio natural para resolver esses problemas por ter ação adstringente. Para aproveitar esse benefício, é só consumir o fruto “in natura” ou usar sua polpa para preparar um suco, assim os sintomas serão amenizados.