Hortelã ajuda aliviar inúmeros problemas de saúde

Conhecida pelo seu verde vibrante e aroma único, a hortelã é uma planta herbácea da família Lamiaceae e apresenta em sua espécies mais de 25 tipos diferentes. No Brasil, as mais populares são a Mentha Piperita e a Mentha Spicata, mas também contamos com a Hyotis Crenata. A diferença entre as espécies está no formato do caules e de suas folhas, coloração e sabor. Graças ao mentol, ingrediente ativo presente na hortelã, ela ajuda aliviar inúmeros problemas de saúde.

Planta aromática, que pode ser usada na culinária, para fins medicinais, e até cosméticos, a hortelã possui forte ação terapêutica e é rica em proteínas e nutrientes, como compostos fenólicos que têm uma forte atividade antioxidante, vitamina A, C, D, complexo B, cálcio, folato, potássio e o fósforo.

Leia também: Canela uma série de benefícios ao nosso organismo

Leia também: Reduzir a enxaqueca através da nutrição

Diferenças entre hortelã e menta

Essa é uma dúvida muito comum, muita gente não sabe diferenciar a hortelã e a menta. A confusão é comum porque o cruzamento entre as Menthas resulta em plantas parecidas, embora bem diferentes biologicamente. Menta e hortelã são nomes populares usados para designar espécies que pertencem a um mesmo gênero, chamado Mentha. Além disso a quantidade de variações de espécies de Menthas é bem grande.

Parte da confusão também se deve ao fato de os nomes populares variarem de região para região. Enquanto no sul do Brasil a maioria das espécies é chamada de menta, no interior de São Paulo e no Nordeste é mais comum usar hortelã para designar qualquer uma delas.

Resumidamente, elas podem ser diferenciadas principalmente pelo sabor: enquanto a menta é mais suave, a hortelã é mais forte e ardida. As folhas de hortelã também são mais compridas, pontiagudas e estreitas, enquanto as da menta são mais largas e curtas.

As diferentes apresentações da hortelã

– Folhas ou extratos secos: Para temperar alimentos e fazer chás.

– Óleo essencial: Usado em aromaterapia ou massagens relaxantes e revigorantes.

– Cápsulas: Geralmente usadas para tratamentos medicinais, é a forma mais concentrada da planta.

– Cosméticos: Contribui com seus efeitos revigorantes e antissépticos na pele.

Benefícios da hortelã

– Ajuda a emagrecer e melhora a digestão: A hortelã é uma ótima aliada das dietas de emagrecimento. Isso porque ela ajuda a controlar os níveis de colesterol no corpo, aumentando os do bom (HDL) e reduzindo os do ruim (LDL). Por isso, além de evitar doenças cardiovasculares ainda diminui a quantidade de gordura corporal, o que é ideal para quem quer emagrecer. Aliás, a hortelã também é ótima para aliviar problemas digestivos, o que faz com que o corpo não fique inchado, algo que é muito importante para quem está querendo perder peso.

– Efeito calmante e relaxante: Isso ocorre devido aos seus efeitos tranquilizantes, que atuam diretamente no cérebro, fazendo com que o corpo consiga relaxar com mais facilidade. Isso também reduz a sensação de fadiga, e por isso ela também é indicada a pessoas que passam por situações estressantes.

– Alivia dores e relaxa os músculos: A ação vasodilatadora, da hortelã também faz com que ela melhore a circulação do corpo, o que ajuda a aliviar diversos tipos de dores. Além disso, seu efeito calmante também colabora para reduzir a dor de cabeça, o que é ótimo para quem sofre com enxaqueca. Outra vantagem do consumo das folhas dessa planta é que elas possuem propriedades que ajudam a relaxar os músculos, e por isso amenizam cólicas e náuseas.

O óleo ou até mesmo as folhas maceradas podem ser usadas topicamente para aliviar dores localizadas devido a suas propriedades analgésicas.

– Ação diurética: O consumo de chá de hortelã também é muito benéfico para quem sofre com problemas nos rins, isso porque ela evita a retenção de líquidos, sendo portanto um ótimo diurético. Essa característica também impede a formação de gases, sendo mais uma vez excelente para aliviar aquela sensação de inchaço no corpo, como dito antes.

– Auxiliar na saúde bucal: Não é simplesmente para causar aquela sensação refrescante que existem vários cremes dentais, enxaguantes bucais, gomas de mascar, etc, sabor hortelã. Na verdade além de melhorar o hálito de quem a consome, ela possui propriedades que ajudam a combater as bactérias que causam a cárie.

– Alivia sintomas da asma e outros problemas respiratórios: O aroma da hortelã também proporciona benefícios neste sentido, pois ajuda a dilatar as vias respiratórias. Realizar inalações com hortelã ou beber o chá de hortelã pode ser bem útil para aliviar estes sintomas.

– Minimiza os sintomas de gripes e resfriados: O mentol que existe na hortelã é um eficiente descongestionante, além de ser um bom expectorante (ajuda a expelir muco e a diminuir a tosse). Tomar chá de hortelã é ótimo para diminuir a dor de garganta e a tosse seca, graças ao seu efeito analgésico e anti inflamatório.

– Combate coceiras e irritações da pele: Além da ação anti inflamatória, a hortelã tem propriedades antipruriginosa (combate doenças ou agentes irritantes, que levam o indivíduo a coçar-se em procura de alívio), por isso pode ser utilizada para aliviar coceiras. Quando aplicada topicamente, a hortelã tem efeito calmante e refrescante em irritações causadas por urticária, hera venenosa ou carvalho venenoso.

Riscos de consumo e efeitos colaterais

A hortelã deve ser evitada por pessoas com refluxo grave ou hérnia de hiato, além de grávidas, mulheres que estejam amamentando e crianças com menos de 5 anos, devido ao mentol.