Conheça a importância da proteína

É muito importante que você conheça a importância da proteína no organismo, ela é um dos principais nutrientes necessários ao organismo, sendo essencial diariamente em quantidades adequadas. Trata-se de um nutriente presente em todas as formas de vida, sendo por isso indispensável ao crescimento das células e à reparação dos tecidos. As proteínas são compostas por “blocos construtores” denominados aminoácidos. Muitos deles são designados “essenciais” uma vez que o organismo não os consegue produzir, tendo por isso de os obter através da alimentação. Quando uma proteína contém todos os aminoácidos essenciais é classificada como proteína completa.

A origem e função das proteínas

As proteínas podem ser de origem animal ou vegetal. Todas as proteínas de origem animal são completas. As de origem vegetal, com exceção da proteína de soja, são consideradas incompletas, por não conterem um ou mais aminoácidos essenciais. No entanto, duas fontes de proteína vegetal incompletas podem complementar-se – uma pode fornecer o aminoácido que falta à outra, e vice-versa. É desta forma que os vegetarianos conseguem suprir as necessidades de proteína.

Leia também: Soja, entenda os prós e os contras

Leia também: Qual é o padrão alimentar saudável?

As principais funções da proteína são: contribuir para o desenvolvimento da massa muscular, contribuir para a manutenção da massa muscular e ossos. A Dose Diária Recomendada (DDR) de proteína é, aproximadamente, 10-15% da sua ingestão habitual de calorias. Isso traduz-se em cerca de 55g de proteína por dia para homens e 45g para as mulheres.

Reduza o consumo de laticínios gordos, carne com elevado teor de gordura saturada e carnes processadas com teor de gordura escondida, opte pelas boas fontes de proteína como: ovos, peixes, aves e carnes brancas magras, carne vermelha magra, frutos secos e sementes, feijões, lentilhas e ervilhas. Pode-se também acrescentar proteína de soja, soro de leite e claras de ovo para reforçar o teor de proteína dos alimentos.

Como conciliar a ingestão de adequada de proteínas com a correria do dia a dia

Garantir a ingestão ideal de proteínas na dieta pode não ser tarefa fácil para quem vive na correria, uma vez que os alimentos proteicos são, em sua maioria, perecíveis e requerem refrigeração, como leite, queijos, iogurtes e carnes e a maioria das pessoas negligencia a existência das proteínas provenientes de alimentos vegetais. Na correria do cotidiano, essa situação acaba dificultando o consumo de alimentos fontes de proteína nas refeições intermediárias feitas fora de casa. Por conta disso, a maioria das pessoas aposta apenas em alimentos energéticos, os carboidratos, pela facilidade de transporte, como biscoitos, barras de cereais, frutas, sucos de caixinha, entre outros. Porém, precisamos de uma ingestão equilibrada entre carboidratos e proteínas ao longo de todo o dia, garantindo energia, matéria prima, nutrição adequada e apetite controlado.

Como as proteínas, em geral, levam mais tempo para serem digeridas em comparação aos carboidratos, ao associarmos esses dois grupos de alimentos, evitamos picos e quedas bruscas de glicemia, que geram fome, fraqueza, cansaço e diminuição metabólica. Uma forma prática e efetiva de aumentar o aporte proteico nas refeições intermediárias é a utilização de suplementos proteicos em pó, como esses produtos não necessitam refrigeração, podem ser transportados na bolsa, na mochila ou guardados na gaveta do escritório. Quando combinados com um suco, uma fruta ou outra opção de carboidrato de sua preferência, proporcionam uma refeição intermediária equilibrada onde quer que você esteja. Porém, o consumo de suplementos proteicos deve ser feito com supervisão de uma nutricionista, que adequará as quantidades conforme sua necessidade.