Boas razões para comer brócolis

Existem boas razões para comer brócolis, também chamado de brócolos, é um vegetal crucífero pertencente à família ‘Brassicaceae’ da qual estão inclusas mais de 3.000 mil espécies, entre elas a couve-flor, a couve comum, o repolho, o rabanete, a mostarda e o agrião.

De origem européia, os brócolis são cultivados há muito tempo, desde a época do Império Romano, sendo considerado um valioso alimento. Hoje, é cultivado em várias regiões do mundo, a China é o maior produtor mundial de brócolis, produzindo anualmente mais de 9 milhões de toneladas.

Os muitos benefícios do brócolis

Rico em minerais, como o cálcio, potássio, ferro, zinco e sódio e composto por diversas vitaminas, como A, C, B1, B2, B6, K, bem como fibra alimentar que previne a prisão. Também é um alimento rico em fibra solúvel, que se liga ao colesterol no intestino, diminuindo sua absorção ao nível intestinal. Assim ele é eliminado pelas pelas fezes, ajudando a manter controlados os níveis de colesterol no organismo.

O brócolis é considerado um super alimento e de pouquíssimas calorias (100 gramas possuem aproximadamente 36 kcal), por este motivo ele é muito utilizado em dietas voltadas para o emagrecimento.

Leia também: Couve-flor um vegetal que merece estar em sua dieta

Leia também: O verde escuro é altamente benéfico

Além da sua baixa quantidade de calorias, podemos destacar o papel do brócolis como antioxidante, por ser propriedade resultante da grande quantidade de carotenoides e compostos fenólicos. O brócolis também está relacionado com a prevenção contra vários tipos de câncer e com a detoxificação do fígado devido, principalmente, à presença de glucosinolatos.

Estando esse alimento relacionado também com a redução da ocorrência da bactéria Helicobacter pylori, que apresenta relação com a gastrite. Estudos indicam ainda que o consumo dessa hortaliça diminui os níveis de glicose no sangue.

A luteína presente no brócolis ajuda a proteger os olhos contra a degradação da mácula e desenvolvimento de cataratas, problemas que tornam a visão embaçada, especialmente em idosos.

Além de tudo isto, em sua composição, o brócolis também é conhecido por possuir propriedades anticancerígenas, contém fitoquímicos como os compostos isotiocianatos. Pesquisas relatam  que o consumo diário de brócolis evita doenças do coração, evita úlceras e gastrites.

Como preservar as qualidades nutritivas

O brócolis pode ser preparado de várias formas, desde cozido e refogado, no entanto a melhor forma para o ingerir é cru, uma vez que desta forma não existe perda de nutrientes. Assim, uma boa dica para utilizar o brócolis cru é fazer uma salada ou utilizá-lo na preparação de suco naturais, juntamente com laranja, melão ou cenoura, por exemplo.

Quando cozidos em excesso os brócolis perdem grande parte de seus nutrientes e sua textura também é alterada. O ideal é cozinhá-los em vapor ou em panela tampada contendo pouca água, por pouco tempo. Assim manterá todas as suas propriedades benéficas a saúde.

Os brócolis são alimentos muito perecíveis e, portanto devem ser guardados em sacos plásticos e mantidos sob refrigeração na geladeira por no máximo uma semana.

Fonte: Embrapa e Tua Saúde