Banana a fruta que vale ouro

Cultivada em mais de 130 países e um dos alimentos mais produzidos e consumidos no Brasil, a banana é uma fruta riquíssima em vitaminas, cálcio, fibras, potássio e antioxidantes. Por causa disso essa fruta vale ouro, mas ela ainda assim levanta dúvidas a respeito da sua inclusão em dietas, seu consumo por diabéticos, atletas, entre outras. A equipe do Nutrição & Prazer vai tentar sanar essas dúvidas através deste artigo.

Elas diferem entre si principalmente no formato e no sabor, mas as vantagens nutricionais não variam tanto de uma para a outra.

A banana é muito consumida in natura, mas também pode ser utilizada para diversos outros fins: sobremesas diversas, doces e saladas de frutas. Outro tipo de alimento que está em alta são as bananas chips, um aperitivo feito com rodelas de banana desidratada ou frita. Há ainda aqueles que preferem misturá-la, crua, com arroz e feijão. Não há limites para a criatividade em se tratando desta fruta.

Leia também: Conheça melhor este mineral: o potássio

Leia também: Mamão um verdadeiro remédio caseiro

7 benefícios da banana

Uso por atletas – Além de ser fonte de vitaminas e minerais, incluindo magnésio, ferro, manganês e cobre, entre outros, a banana possui alta concentração de carboidratos (que são metabolizados pelas células e dão energia para o corpo). Por isso, ela é uma ótima opção para atletas profissionais e atletas amadores incorporarem à dieta. Aliás, a banana também é uma fonte muito rica em potássio, e por isso ajuda a evitar cãibras — um problema muito comum de quem pratica exercícios. Importante ressaltar, também, que somente o potássio não é capaz de prevenir as contrações musculares. Além de comer muita banana — e até carambola, outra fruta riquíssima no nutriente –, você deve beber muita água e se alimentar corretamente antes e depois dos treinos.

Coração mais forte – O potássio (sim, ele de novo) ainda pode trazer benefícios para a saúde do coração. Por ser um mineral condutor de eletricidade, ele ajuda a manter a estabilidade dos batimentos cardíacos, além de ser ótimo também para controlar a pressão arterial.

Melhor digestão – A banana é muito rica em fibras e elas são excelentes aliadas do nosso trato gastrointestinal. Comer banana, então, ajuda a melhorar a digestão e regular as funções do intestino. As fibras ainda atuam como uma espécie de esponja, que absorve o colesterol ruim do organismo e o elimina por meio das fezes.

Uma banana tem aproximadamente 3 g de fibras, o que corresponde a 10% do total que devemos consumir diariamente do nutriente.

Aumenta o bom humor – A banana também tem grandes quantidades de um aminoácido chamado triptofano. Ele é responsável pela produção de serotonina — o famoso “hormônio da felicidade”, junto com a endorfina, ocitocina e a dopamina. A serotonina é chamada por esse nome por ser, na realidade, um neurotransmissor que gera relaxamento, bem-estar e melhora o humor. Não à toa, a banana é tão indicada para pessoas que têm depressão.

Maior produção de hemoglobinas – Entre os benefícios da banana, também está o fato de ela melhorar a produção de hemoglobinas — uma proteína encontrada no interior das hemácias, as células vermelhas do sangue. A função das hemoglobinas é transportar oxigênio para todos os tecidos do corpo, ajudando a mantê-los sempre saudáveis e em funcionamento. Essa qualidade da banana é resultado direto da quantidade de ferro e magnésio em sua composição nutricional.

Proteção e manutenção do cérebro, ossos e pele – Por ser rica em manganês, nutriente importantíssimo para a proteção do nosso sistema nervoso e dos ossos, e em vitamina C, que aumenta a produção de colágeno e dá mais elasticidade à pele, a banana é uma forte aliada contra diversos tipos de demência, AVCs, osteoporose, doenças de pele e envelhecimento precoce.

Boa para os olhos – A banana também melhora a saúde dos olhos por ser muito rica em vitamina A e solúvel em gorduras que ajudam a preservar as membranas dos olhos, além de evitar a cegueira noturna.

Curiosidades sobre a banana

– A fruta ajuda quem quer parar de fumar: por conter vitaminas B6 e B12, a banana ajuda a estabilizar o corpo para que ele se adapte à redução de nicotina e, com isso, minimize os sintomas da abstinência do cigarro;

Diabéticos devem consumi-la com parcimônia: a fruta possui alto índice glicêmico, o que significa que passa rapidamente da corrente sanguínea para as células do corpo, ocasionando eventuais picos de glicemia;

– Muita gente não sabe, mas a casca da banana contém vários nutrientes, açúcares naturais (glicose e sacarose) e minerais, e pode ser aproveitada em várias receitas. Você pode preparar brigadeiros, bolos, farinhas e até bifes empanados com a casca de banana que você costuma jogar no lixo depois de removê-la da fruta;

– A expressão “a preço de banana” surgiu pelo fato da fruta geralmente ser muito barata. Em média, ela costuma ocupar menos de 1% do total de despesas dos brasileiros com alimentação.

Fonte: Juliana Pizzocolo Martins, nutricionista e fisiologista do exercício / CRN 3 23055