As tangerinas frutas extremamente versáteis

As tangerinas, conhecidas por outros muitos nomes, de acordo com a região, são frutas extremamente versáteis. Não apenas a popa e o sumo da fruta podem ser utilizados, como também sua casca e suas folhas, que também possuem um grande valor medicinal. Embora exista uma grande variedade de tangerinas o valor nutricional delas são bem semelhantes, motivo pelo qual, nós, do Nutrição & Prazer, faremos uma abordagem única para falar de suas qualidade e benefícios.

Fonte de vitaminas A, C  e do complexo B, folato (semelhante ao ácido fólico), bioflavonoides, além de apresentar uma quantidade razoável de sais minerais como cálcio, fósforo, sódio, magnésio, potássio e ferro. A fruta também é rica em fibras (principalmente no seu bagaço, que, sempre que possível, deve ser consumido, trazendo, mais ainda, benefícios para o organismo) e possui poucas calorias (cada 100 gramas de tangerina contém cerca de 40 kcal).

Leia também: A laranja tem muito mais que vitamina C

Leia também: Os antioxidantes e as doenças neurodegenerativas

A diferença entre as tangerinas

Tanto a ponkan quanto a mexerica são tangerinas, com sabor, aroma e aspecto bem parecidos. Entretanto, as duas variedades apresentam diferenças importantes. “A principal é que a mexerica vem da planta Citrus Deliciosa, enquanto a ponkan se origina da espécie Citrus Reticulata, de onde surge também a maioria dos outros tipos de tangerinas”, afirma o engenheiro agrônomo Ygor da Silva Coelho, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Ainda existe a ‘tangerina verdadeira’, proveniente da planta Citrus Tangerine.

Os especialistas ainda apontam uma outra distinção: a mexerica possui em sua casca mais óleos essenciais, substâncias responsável pelo aroma forte e ácido, quando se descasca a fruta.

Na verdade, a fruta que recebe diversos nomes é a mexirica, ou seja, as tangerinas provenientes da planta Citrus Deliciosa. Confira algumas denominações da fruta de acordo com a região:

– Região sul, principalmente no Rio Grande do Sul: Bergamota ou vergamota.

– Região centro-oeste e sudeste: Mexerica.

– Região nordeste, principalmente Pernambuco: Laranja-cravo (na Bahia também é conhecida como tangerina ou mexerica.

– Curitiba e no litoral paranaense (principalmente em Paranaguá): Mimosa.

– Mato Grosso e Mato Grosso do Sul: Poncã.

Em Goiás e em São Paulo, poncã denomina apenas uma das variedades comerciais, as que tem a casca macia e soltam mais facilmente dos gomos.

Os benefícios das tangerinas

– Proporciona energia ao organismo: Por ser uma fruta cítrica, a tangerina carrega um quantidade generosa de vitamina C em sua composição nutricional. Essa substância é diretamente responsável por dar força ao corpo e energia ao organismo, aumentando a disposição e o ânimo.

– Previne gripes e resfriados e melhora o sistema imunológico como um todo: A tangerina possui uma boa composição de agentes antioxidantes, substâncias responsáveis por defender o sistema imunológico das ações de radicais livres, além de vírus e bactérias nocivas ao organismo.

– Combate o envelhecimento: A tangerina também é uma fonte renovadora, em se falando de aspectos estéticos. As vitaminas e minerais presentes na fruta ajudam no combate ao envelhecimento precoce das células, promovendo uma pele mais saudável, hidratada e jovial, além de cabelos mais volumosos e fortes.

– Ajuda a emagrecer: Devido a grande quantidade de fibras (principalmente em seu bagaço, como dito antes), a fruta proporciona a sensação de saciedade, além de conter poucas calorias e ajudar na digestão. A fruta também possui características detox, de limpeza e desintoxicação do organismo, graças a ação de seus agentes antioxidantes, ajudando, assim, a desinchar o corpo.

– Calmante natural: O chá, proveniente das folhas das tangerinas, tem efeito calmante. Muito usado para combater a insônia.

– Previne doenças cardíacas: Além das tangerinas serem frutas cítricas ricas em fibras, vitamina C e potássio, há também a presença de um componente antioxidante, descoberto recentemente, chamado nobiletina que controla e impede a elevação do colesterol ruim (conhecido como LDL), prevenindo assim, doenças cardiovasculares, como arteriosclerose e o AVC.

Óleos essenciais da tangerina

O óleo essencial de tangerina é extraído por prensagem a frio da casca do fruto da tangerina e pode ser usado através de massagens, banhos, compressas e aromatização de ambientes. Suas propriedades medicinais agem no sistema digestivo, tratando de todas as formas de problemas gástricos, como flatulência, diarréia e constipação, além de estimular o fluxo da bílis e ajudar na digestão de gorduras.

Funciona como tônico para o sistema vascular, especialmente para a circulação periférica que nutre as veias e artérias nas extremidades, ativando membros esgotados e doloridos. A massagem é um método de aplicação muito comum na gravidez, uma vez que estimula a absorção de vitamina C. Servindo também como um tônico para a pele, por possuir ação adstringente e hidratante, que pode ajudar a suavizar marcas e até cicatrizes.

Seu aroma deliciosamente doce e cítrico pode criar uma atmosfera de felicidade e alegria. Óleos essenciais, como o da tangerina, têm altos níveis do limoneno monoterpénico e são frequentemente conhecidos pela suas capacidades de ter efeitos estimulantes ao corpo e mente. Seus efeitos podem ser experimentados usando-se aromatizadores de ambiente ou inalando levemente seu perfume.