Amora, mais que uma fruta, uma planta medicinal

A amora é fruta tropical originária da Ásia, que não precisa de apresentações, pois é uma das frutas vermelhas mais apreciadas em todo o mundo, e muito consumida aqui no Brasil. Mais que apenas uma fruta, ela é considerada uma planta medicinal, pois, além das muitas propriedades das frutas, suas folhas também possuem muitos nutrientes e são ricas em compostos benéficos para nossa saúde, ajudando a combater diversas enfermidades.

A fruta pode ser consumida ‘in natura’, usada para fazer sucos, geleias, doces, também pode ser consumida através da ‘tintura de amora’ e o chá das folhas. Os benefícios da amora vão muito além do seu sabor, ela é composta por muitos nutrientes como, fibras, vitaminas A, C, K, e complexo B, além de cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, entre outros. A fruta tem um baixo índice calórico (36kcal para cada 100 gramas da fruta).

Leia também: Frutas Vermelhas um super alimento

Leia também: Entendam o que são Alimentos Funcionais

Benefícios da amora

– Melhora a pressão sanguínea e a saúde do coração: A amora é fonte de resveratrol, um antioxidante flavonóide importante para a regulação da vasoconstrição das veias sanguíneas. Ele reduz a ação do hormônio angiotensin, responsável pela elevação da pressão nos vasos, e potencializa a produção óxido nítrico, um hormônio que induz a vasodilatação. A fruta também é rica em minerais como potássio, magnésio e manganês, que são importantes para o bom funcionamento da circulação sanguínea. Isso significa que o consumo da amora pode ser um grande aliado na prevenção de infartes cardíacos e e acidentes vasculares.

– Reforça o sistema imunológico: A vitamina C, presente em abundância na amora, é conhecida por sua ação protetora contra doenças infecciosas. Consumir alimentos ricos em vitamina C reforça o sistema imunológico, pois ela é um poderoso antioxidante que prende os radicais livres produzidos por nosso organismo em caso de stress provocado por inflamações, ou por produtos químicos que consumimos. A amora possui quase a mesma proporção de Vitamina C que a laranja, com a vantagem de ter menos açúcar e mais proteínas.

– Cuida da visão: A retina também sofre com a ação dos radicais livres, que aceleram seu envelhecimento. Os carotenóides presentes em alguns alimentos ajudam a reduzir os danos causados, melhorando a visão. A amora é rica em zea-xanthin, um antioxidante carotenóides que se concentra naturalmente na retina e ajuda na prevenção de doenças, como a catarata.

– Combate a anemia: O ferro presente nas amoras é essencial para a boa circulação sanguínea. Ele é o principal componente da hemoglobina, responsável por carregar o oxigênio no sangue. Encontrar grandes quantidades de ferro em frutas é algo incomum, então beneficie-se da amora para evitar anemias.

– Fortalece os ossos: Juntamente com o ferro, a amora possui elementos essenciais para a regeneração de tecido ósseo. A vitamina K e o cálcio presentes na amora devem ser consumidas regularmente, em especial por adultos e idosos para a prevenção de osteoporoses e do desgaste natural dos ossos que é provocado pelo envelhecimento.

– Auxilia a perda de peso: Além das poucas calorias, a amora é rica em vitaminas que aceleram o metabolismo de carboidratos, proteínas e gorduras. As vitaminas do complexo B e vitamina K são, assim, os melhores aliados de uma dieta saudável. Acrescentando que ela é rica em fibras, a amora passa ao topo da lista para o café da manha ou lanche da tarde em uma dieta de emagrecimento.

O chá de folha de amora também é um ótimo aliado na perda de peso e no funcionamento do intestino. Um componente encontrado na folha de amora bloqueia a enzima que realiza a digestão de carboidratos. Assim, o 1-deoxynojirimycin presente no chá o ajudara a eliminar parte dos carboidratos ingeridos.

– Combate o câncer, doenças neurológicas, inflamações e infecções bacterianas: Como já dissemos, a amora é um pacote completo de antioxidantes. Entre os principais antioxidantes presentes na amora, as vitaminas A e E devem ser destacadas por sua ação sobre os radicais livres derivados de oxigênio. O potencial destes antioxidantes em neutralizar os radicais livres é também considerado uma proteção contra o câncer, doenças neurológicas, inflamações e infecções bacterianas.

– Ajuda reduzir os efeitos da menopausa: Suas folha são ricas em fitormônios, que têm uma função no organismo bastante semelhante ao estrogênio. Com isso o chá das folhas pode ajudar a combater sintomas típicos da menopausa como ondas de calor, insônia, secura vaginal, alterações de memória, entre outros.

Riscos de consumo e efeitos colaterais

A amora deve ser consumida de forma controlada, uma vez que grandes quantidades podem resultar em diarreia. Além disso, o chá de folhas de amora não deve ser consumido durante a gravidez.