Alho-poró saboroso, crocante e nutritivo

O alho-poró, também conhecido como alho-francês, alho-macho, porro-bravo e porro-hortense, ganhou fama através da culinária francesa (é um dos ingredientes principais da famosa vichyssoise), mas teve sua popularidade expandida por todo o mundo, inclusive no nosso país. Muito saboroso e crocante, o vegetal que pertencente à família da cebola e alho, é, além de tudo, muito nutritivo.

Com uma quantidade muito pequena de calorias (30Kcal a cada 100 gramas do vegetal crú) e rico em fibras alimentares (cerda de 2,50 gramas a cada 100 gramas do vegetal, o que representa 10% dos valores diários de referência com base em uma dieta de 2.000 kcal), o alho-poró contém em sua composição nutricional vitaminas A, C, E além de vitaminas do complexo B, além de minerais como cálcio, ferro, magnésio, manganês, fósforo, potássio, cobre, zinco e selênio.

Leia também: Cebola uma aliada para sua dieta

Leia também: Os benefícios do alho

De sabor mais suave que a cebola, o vegetal é um ótimo tempero para dar um toque especial a massas, molhos, carnes, risotos, sopas e pratos diversos, o alho-poró é muito versátil, podendo ser consumido cru, cozido ou assado. Porém atente-se, como a maioria dos vegetais, o alho-poró possui maior quantidade de nutrientes quando consumido cru.

Benefícios do alho-poró

– Possui ação antioxidante: O alho-poró é uma ótima fonte de antioxidantes, particularmente polifenóis e compostos de enxofre. Ele é rico em kaempferol, um antioxidante polifenol que protege o organismo de doenças cardíacas e alguns tipos de câncer.

Estudos em humanos demonstraram que pessoas que consumiram vegetais da família do alho com frequência, incluindo o alho-poró, podem ter até 46% menos risco de câncer gástrico do que aquelas que consomem esse tipo de vegetal raramente. Da mesma forma, a alta ingestão de alliums (gênero das cebolas, alhos, cebolinhas e alho-porros) pode estar ligada a um menor risco de câncer colorretal.

– Possui propriedades anti-microbianas: O alho-poró é uma ótima fonte de alicina, o mesmo composto benéfico de enxofre que confere ao alho suas propriedades antimicrobianas, redutoras de colesterol e potencial anticâncer.

– Protege o coração: Vários estudos demonstram uma relação entre os vegetais da família do alho-poró e um menor risco de doença cardíaca e derrame. O alho-poró contém vários compostos benéficos que diminuem a inflamação e protegem a saúde do coração. O kaempferol presente no alho-poró, por exemplo, tem propriedades anti-inflamatórias. Os alimentos ricos em kaempferol estão associados a um menor risco de ataques cardíacos ou morte devido a doenças cardíacas.

Além disso, o alho-poró é uma boa fonte de alicina e outros tiossulfinatos, compostos de enxofre que podem beneficiar a saúde do coração, reduzindo o colesterol, a pressão sanguínea e a formação de coágulos sanguíneos.

– Auxilia no emagrecimento: Como a maioria dos vegetais, o alho-poró pode ser um aliado de quem quer perder de peso. Com pouquíssimas calorias, esse vegetal é uma excelente fonte de fibra alimentar, que favorece muito a sensação de saciedade.

– Ajuda na manutenção do sangue: Conhecido como vitamina B9, o ácido fólico contido no vegetal, ajuda o corpo a gerar novas células, mantendo o sangue saudável para oxigenar o corpo de maneira mais eficaz.

– Auxilia a digestão: Por ser uma boa fonte de fibra solúvel, como já dissemos, incluindo prebióticos (que ajudam a manter o intestino saudável), o alho-poró faz bem para a digestão. As bactérias do intestino que se alimentam dos prebióticos, produzem ácidos graxos de cadeia curta como acetato, propionato e butirato. Esses ácidos ajudam a reduzir inflamações e fortalecer a saúde do trato intestinal.

– Combate gripes e resfriados: o alho-poró auxilia na saúde do trato respiratório, aliviando sintomas de gripe e resfriados, já que possui propriedades antibacterianas naturais. 

– Protege a visão: Por contém em sua composição luteína e zeaxantina, carotenoides que protegem o tecido do olho, evitando a oxidação e envelhecimento precoce do órgão, evitando, inclusive, doenças como a degeneração macular.

– Auxilia o desenvolvimento do feto: Por conter ácido fólico, é um ótimo alimento para ser consumido na gravidez, momento em que essa vitamina é muito importante para a formação do sistema nervoso do bebê.