Ágar-ágar uma gelatina vegetal criada a partir de algas marinhas

Ágar-ágar, também conhecido simplesmente como ágar, é uma gelatina vegetal criada a partir de várias espécies de algas marinhas que traz muitos benefícios para a saúde, e nos últimos anos foi difundido e usado com grande frequência como substituto da gelatina animal. Essa é apenas uma de suas vantagens, em relação a gelatina comum, que é obtida a partir de cartilagem, ossos ou mesmo pele de alguns animais. Sendo uma excelente fonte de nutrientes para vegetarianos e veganos, além de ter uma série de outras vantagens.

Os primeiros registros de sua extração datam do século XVII no Japão, onde é conhecido como katen, e muito consumido até os dias atuais pelas suas características benéficas ao nosso organismo. O ágar é normalmente vendido sob a forma de pó, como tiras de algas secas, cápsulas ou usado como matéria prima para uma enorme gama de alimentos.

Segundo Roberto Carrara Júnior, diretor executivo da Bambina e Dolce Vita doces, que produzem alimentos funcionais à base de ágar desde 2017, “É uma alternativa extremamente saudável, por não ter origem animal. A gelatina à base de ágar é livre de sódio, gorduras, glúten, lactose e açúcar. Sendo assim, pode ser consumido regularmente por pessoas que tem restrições alimentares (quem possui dificuldade de digerir glúten, celíacos, indivíduos com deficiência de lactase e diabéticos) e ainda é uma excelente alternativa para a comunidade vegetariana e vegana”.

Leia também: Entenda o que são fibras alimentares, os tipos e benefícios

Leia também: O perigoso efeito sanfona

“O ágar em sua forma original não altera o sabor dos alimentos, rende muito mais que a gelatina comum, assim, oferece um melhor custo-benefício, além de possuir poder gelificante dez vezes maior. Outra importante vantagem é que ele não derrete em temperatura ambiente e tem uma melhor consistência final, o que justifica o amplo uso na alta gastronomia, como cobertura de bolos, por exemplo. Tanto a quantidade, quanto a forma de preparo são diferenciados da gelatina animal, mas os resultados são muito próximos”, complementa Roberto Carrara.

A agarose é uma das principais substâncias presentes no ágar, responsável pelo seu aspecto gelatinoso. Em termos nutricionais o ágar é rico em fibras (94,8% de sua composição), vitaminas A, B1, B2, C e D, além de ter um alto teor de sais minerais, como magnésio, ferro, cálcio e zinco. Além disso, é uma ótima fonte de proteínas com baixo teor de calorias.

Outros usos do ágar

O ágar é muito usado em biologia vegetal e microbiologia, como meio de cultura. Na sua forma pura é suplementado com uma mistura de nutrientes para o cultivo e análise, em ambiente estéril, de plantas, bactérias e fungos em ‘placas de petri’.

Benefícios do ágar

– Ação detox: Uma das principais características do ágar é sua ação detox. A grande quantidade de fibras permite que o ágar sirva como agente desintoxicante, pois as fibras, que não são absorvíveis no organismo, se ligam às impurezas ingeridas e fazem com que elas sejam eliminadas.

– Ajuda emagrecer: O ágar, pela sua capacidade de se tornar gelatinoso, se expande até 20 vezes o seu volume quando atinge os sucos estomacais ou quando é consumido com água e outros líquidos. Essa condição traz uma sensação de saciedade maior e que é sentida por mais tempo, além de condicionar o organismo a uma digestão mais lenta, evitando que você coma em excesso.

Outro fator a ser considerado é que ele é rico em fibras, como dito anteriormente, com isso o organismo não retém o excesso de gorduras dos alimentos, além de contribuir com a eliminação de toxinas e a redução de líquidos que causam inchaços no corpo. Ele possui um leve efeito laxante.

– Auxilia a saúde do coração: Por diminuir a absorção de gordura, colaborando para a diminuição dos níveis de colesterol e, consequentemente, auxiliando na prevenção de doenças cardíacas.

– Auxilia no tratamento de diabetes tipo 2: O ágar controla os níveis de açúcar no sangue devido a sua capacidade de absorver a glicose no estômago, permitindo que ela passe rapidamente pelo sistema digestivo sem ser absorvida.

– Evita o envelhecimento da pele: O consumo constante de ágar estimula a síntese do colágeno, hidratando profundamente a pele, contribuindo para uma melhor elasticidade, menor evidência de rugas e marcas de expressão. Também possui a propriedade de tornar as unhas e cabelos mais saudáveis.

Dicas de preparo

– O ágar não tem gosto, isso significa que ele vai assumir o sabor de qualquer alimento que for misturado ao preparo, independente de ser doce ou salgado.

– O ágar pode ser utilizado como um substituto para as claras de ovos. Misture uma colher de sopa de pó de ágar com uma colher de sopa de água. Use um liquidificador ou mixer para misturar, em seguida coloque na geladeira para esfriar e gelificar. Quando a mistura estiver fria, retire-a da geladeira e bata pela segunda vez. Esta mistura substitui as claras de ovos em qualquer receita (bolos, pudins, coberturas, etc) e não vai alterar o sabor, textura ou a cor.

– Não unte ou forre o recipiente, isso pode impedir o processo de gelificação.

Colaboração:

Roberto Carrara Júnior, diretor executivo das empresas Bambina Doces e Dolce Vita

Os produtos Bambina Doces e Dolce Vita podem ser encontrados em lojas de produtos naturais, lojas de produtos vegetarianos/veganos, lojas da rede Mundo Verde, mercados e empórios de toda Grande São Paulo e Rio de Janeiro.

Instagram: @bambina_dolcevitaContato: carrara.dolcevita@gmail.com