Açaí uma fruta genuinamente brasileira

O açaí é considerado um superalimento por ser uma das fontes mais ricas de antioxidantes, sendo muito utilizado para fazer bebidas, geleias, doces e sorvetes, trata-se do fruto da açaizeira, uma palmeira que cresce na região amazônica, o açaí é uma fruta genuinamente brasileira. Ele é um fruto semelhante a uma baga de cor violeta escuro ou negro, e pode ser comprado sob a forma de fruto, polpa ou suplemento alimentar em alguns supermercados e lojas de produtos naturais.

O açaí contém alto teor de lipídeos, de acordo com Cintya Bassi, nutricionista do Hospital e Maternidade São Cristóvão. A fruta tem, inclusive, alto teor de ácidos graxos essenciais, como Ômega 6 e Ômega 9, carboidratos, fibras, vitamina E e minerais, como ferro e zinco. A polpa do açaí é rica em antioxidantes como antocianinas e proantocianidina. Dos lipídeos presentes na fruta, “prevalece o ácido graxo monoinsaturado oleico, o mesmo encontrado no azeite de oliva e associado a cardioproteção”, acrescenta Cintya.

Benefícios do açaí

– Previne o envelhecimento: Devido às suas propriedades antioxidantes, o açaí é capaz de eliminar os radicais livres evitando o envelhecimento precoce;

– Fortalece o sistema imune: Por ser rico em vitamina C, ômega-9 e anticitocinas, o açaí consegue melhorar o sistema imunológico, fortalecer as células e suprimir a evolução do câncer e de doenças neurodegenerativas como o Alzheimer, por exemplo;

– Melhora o sistema cardiovascular: O açaí é capaz de diminuir e equilibrar os níveis de colesterol circulantes, prevenindo a aterosclerose, por exemplo, além de evitar a formação de coágulos e promover o relaxamento dos vasos, melhorando a circulação de uma forma geral;

– Melhora o funcionamento do intestino: Por ser um fruto rico em fibras, o açaí é capaz de melhorar o funcionamento do intestino, auxiliando também no processo de desintoxicação do organismo;

– Fornece energia: O açaí é um fruto muito energético, ou seja, é capaz de fornecer a energia necessária pro organismo realizar suas funções após um exercício físico extenuante, por exemplo, e ajudando, assim, a combater a fadiga e a exaustão muscular;

– Combate a anemia: É rico em ferro, podendo ser utilizado como uma das estratégias nutricionais para combater a anemia.

Leia também: Campo Largo lança linha de sucos funcionais 

Leia também: Alimentação adequada para atletas

Açaí emagrece ou engorda?

Antes de ser processado, o fruto de açaí possui cerca de 65 calorias a cada 100g, o que não é muito. O problema é quando ele é transformado em polpa, seu teor calórico pode até triplicar devido ao xarope de guaraná e banana, que geralmente lhe são acrescentados para sua comercialização. Portanto, na sua forma natural o açaí não causa tanto impacto no peso, já que é rico em fibras e possui somente o açúcar natural da fruta. Já o açaí batido na tigela, sua forma mais popular, deve ser consumido com moderação, pois na maioria das vezes já possui em sua composição ingredientes como açúcar, xarope de guaraná ou xarope de milho.

Além disso, de forma geral, se consumido em uma dieta correta e balanceada, o açaí pode favorecer o emagrecimento, já que aumenta a saciedade.

Açaí e a prática de exercícios

Por fornecer grande quantidade de energia e favorecer a contração muscular (o que inclui o funcionamento cardíaco) e saúde óssea, o açaí é extremamente recomendado para os praticantes de atividade física. A fruta ainda auxilia na recuperação muscular, reposição de energia, ganho de massa magra e aumento da saciedade. O consumo deve ser em quantidades moderadas, de 100g a 200g dependendo do objetivo.

O açaí, pode ser consumido tanto no pré como no pós-treino. Seu consumo no pré treino pode contribuir no aumento da energia, já que é um verdadeiro energético natural, diferente de outros produtos que se intitulam como energéticos e são apenas estimulantes. Já no pós treino pode auxiliar na reposição, de maneira rápida, da glicose perdida durante os treinos.

Açaí na gravidez

O açaí é um alimento muito saudável e por conter tantos nutrientes, pode sim ser consumido durante a gestação. Portanto, vale levar em consideração o valor calórico do mesmo, pois se consumido em excesso pode levar a um maior ganho de peso.

Quantidade recomendada do açaí

O açaí pode ser consumido diariamente, nas regiões produtoras as pessoas chegam a ingerir até 1 litro diário do produto, que é a base da alimentação local misturado com farinha, onde desde crianças até idosos consomem a fruta. Se o açaí for consumido sem os aditivos ultracalóricos, não há nenhum problema no uso diário.

No caso de atletas e praticantes de atividade física, com objetivo de ganho de massa corporal, o consumo de açaí todos os dias pode ser uma estratégia nutricional eficaz. Já para perda de peso, pode não ser o mais indicado. No entanto, a quantia indicada no geral seria de aproximadamente 100g ao dia.

Riscos de consumir açaí

O açaí, como tudo na vida, não deve ser consumido em excesso, pois pode ser prejudicial. Por ser um alimento muito calórico, se for consumido em grandes quantidades pode ser responsável pelo ganho de peso e hiperglicemia, que é o aumento de açúcar no sangue.

Também é preciso tomar muito cuidado com a procedência do açaí. Há riscos no consumo quando o produto é de origem desconhecida, sem o certificado de qualidade da ANVISA e do Ministério da Saúde. Em 2010 foi confirmado por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) a contaminação no açaí pelo parasita que transmite a doença de chagas.

O mal de Chagas é uma doença infecciosa causada pelo protozoário Trypanosoma Cruzi, que pode ser adquirida por meio do contato com as fezes do barbeiro, seja pela pele, seja via oral. Entre os principais sintomas estão febre, inchaço e problemas cardíacos, que, em estado mais avançado, levam o paciente à morte.

Fontes: Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da Superbom; Natalia Alcalá, nutricionista da Estima Nutrição e Portal Chagas (Fundação Oswaldo Cruz)