Abóboras ótimas aliadas da dieta e não engordam

As abóboras, também conhecidas como jerimum, são um legume muito utilizado em preparações culinárias que traz como principal vantagem ter poucos carboidratos (4,9 gramas para cada 100 gramas), poucas calorias (apenas 20Kcal para cada 100 gramas do alimento) e não possui colesterol, ajudando a emagrecer e controlar o peso. Embora existam algumas variedades de abóboras, todas são ótimas aliadas da dieta e não engordam.

Além disso, esse legume pode ser usado em dietas com baixo teor de carboidratos e seu consumo regular traz inúmeros benefícios para o organismo. As abóboras pertencem à família das cucurbitáceas, a mesma de alimentos como a melancia, o melão e o pepino. Muito popular no Brasil, o vegetal vai bem em diversos pratos, doces e salgados, como purê, refogados, sopas, tortas etc.

A abóbora é rica em vitamina A, C, E, complexo B, também é possui uma grande quantidade de minerais, principalmente o potássio (a abóbora possui maior quantidade de potássio que a banana), além de outros minerais como cobre, cálcio, magnésio, zinco, selênio e fósforo. O legume também tem uma grande quantidade de fibras em sua composição.

Leia também: Abobrinha um vegetal de fácil digestão

Leia também: Vitamina A: sua importância e sua toxicidade

A semente da abóbora

Outro grande destaque da abóbora são suas sementes, elas são ricas em diversos nutrientes e podem ser inseridas na dieta de diferentes formas: cruas, cozidas ou fritas, todas são saborosas e nutritivas.

A semente de abóbora apresenta grande quantidade de compostos bioativos. Essas substâncias são capazes de nos fornecer vários benefícios à saúde, prevenindo certas doenças ou simplesmente melhorando o funcionamento do nosso organismo.

Tipos de abóboras

– Moranga: Esse tipo de abóbora tem polpa mais macia e sabor delicado. A casca dura serve, ainda, como recipiente para cremes e sopas feitos com o miolo do fruto.

– Japonesa ou Cabotiá: Essa espécie é híbrida, resultado da união entre as espécies “moranga” e “menina brasileira”. De casca porosa, é ideal para pratos salgados e tem mais fibras que os outros tipos.

– Paulista: Comprida, e até mesmo semelhante a uma abobrinha, a abóbora paulista pode ser feita refogada, recheada, em sopas e até doces.

– Menina brasileira: “Abóbora de pescoço” ou “menina brasileira”, pode pesar entre 15 e 20 quilos e chegar até 1 metro, por isso é vendida em porções. Tem textura fibrosa e é a mais usada para o preparo de pães, bolos e doces no geral.

Benefícios da abóbora

– Previne doenças coronárias: A abóbora é rica em substâncias que dão suporte a saúde do nosso coração como as vitaminas A e C, as fibras, o magnésio e o potássio. Consumir potássio adequadamente é quase tão importante quanto diminuir o consumo de sódio no tratamento da hipertensão. Seu consumo também está associado à redução do risco de derrame, proteção contra a perda de massa muscular, preservação da densidade óssea e redução da formação de pedras nos rins.

Outros benefícios da abóbora para o coração são o relaxamento dos vasos sanguíneos e a prevenção do acúmulo de gordura nas suas paredes, evitando eventuais obstruções e a aterosclerose. A presença das fibras também previne o aumento do colesterol o que pode levar a diversas doenças cardíacas.

– Ajuda no emagrecimento: Como dito antes, a abóbora é um alimento ideal para quem precisa perder peso por conter poucas calorias, carboidratos, não conter colesterol e ser rica em fibras. E esse é um dos benefícios da abóbora mais buscados de fato. Por ser nutritiva e conter fibras, o vegetal aumenta a sensação de saciedade e prolonga o processo de digestão, o que leva a pessoa a comer menos.

As fibras também diminuem a taxa de absorção de glicose no organismo, o que mantém o nível de açúcar estável. Se você está de dieta, é importante manter o seu nível de açúcar no sangue o mais estável possível, porque o aumento deste nível desencadeia a produção de insulina e o acúmulo indesejado de gordura no corpo.

– Auxilia a recuperação muscular: Por ser uma fonte de vitamina C, é um extremo aliado de atletas e praticantes de atividades físicas, visto que sua alta concentração de vitamina C auxilia na recuperação muscular, diminuindo a produção de ácido lático e melhorando o processo de estresse metabólico. Pode ser utilizada tanto no pós treino quanto antes de dormir, favorecendo a recuperação dos músculos.

– Beneficia o sistema imunológico: Vegetais como a abóbora, ricos em betacaroteno e vitamina C combinados, oferecem um reforço poderoso ao sistema imunológico.

– Melhora a saúde da mulher da fertilidade à menopausa: O consumo de vegetais ricos em ferro como a abóbora, melhoram o nível de fertilidade nas mulheres. Estudos mostram que a vitamina A, também presente na abóbora em forma de betacaroteno, é essencial para a síntese de hormônios durante a gravidez e o período de amamentação.

– Melhora a saúde da pele: A abóbora é uma ótima fonte de vitamina A, um anti-idade que estimula o processo de renovação celular e aumenta a produção de colágeno diminuindo a formação de rugas e deixando a pele mais macia e com uma aparência mais jovem. Os medicamentos relacionados à vitamina A (retinoides) também são utilizados para tratar acne e psoríase graves.

– Melhora a visão e a saúde dos olhos: De acordo com o National Institutes of Health, o consumo frequente de abóbora é capaz de desacelerar algumas doenças degenerativas dos olhos que levam a cegueira. A abóbora também possui zeaxantina, um antioxidante capaz de filtrar raios ultravioletas na retina dos olhos, o que oferece proteção contra as doenças musculares dos olhos, relacionadas ao envelhecimento.